Higiene Bucal Infantil

Postado em 25 de Maio de 2015 por

Higiene Bucal Infantil
Compartilhe:

Os dentes do bebê são importantes

Cárie precoce na infância é uma doença que não está no radar para muitos pais, que podem pensar cavidades nos dentes do bebê não são um grande problema sabendo que eles vão cair de qualquer maneira. Mas os dentes decíduos são importantes – eles ajudam no desenvolvimento da fala, desempenham um papel na digestão e são espaços reservados para os dentes permanentes. E quanto mais cedo uma criança começa a ficar com cárie dentária, maior o risco de cárie futuro.

Fatores que influenciam o aparecimento de cáries

A genética desempenha um papel no desenvolvimento da doença cárie, se ambos os pais possuem muitos dentes restaurados devido a alta incidência de cáries, as chances são que seus filhos herdem dentes propensos a ter cáries. Além do mais, o esmalte dos dentes decíduos é mais poroso e, portanto, mais suscetíveis à erosão pelo ácido criado quando as bactérias metabolizam o açúcar no interior da boca. Além da genética, a dieta de uma família, comportamentos de saúde oral e exposição ao flúor influenciam ou não o desenvolvimento da doença.

Pastas de dente fluoretadas podem ser usadas com segurança somente após a criança atingir três anos de idade.

Escovar os dentes das crianças três vezes por dia pode não ser mais suficiente. Os pais devem olhar para os comportamentos de seus filhos, incluindo com que frequência eles comem e os tipos de alimentos e bebidas que consomem.

Os padrões de alimentação mudaram ao longo do tempo, as crianças estão comendo e bebendo com frequência e não é água a bebida mais consumida por elas. Geralmente o que se observa são crianças consumindo leite com achocolatado ou sucos com alto teor de açúcar. A quantidade excessiva de lanches em horários desregrados também está contribuindo para gerar efeitos desastrosos na saúde bucal das crianças.

Nossa cultura valoriza muito os dentes brancos e um sorriso perfeito, por isso, se uma criança tem que fazer restaurações aos quatro anos de idade ou menos,  pode fazer com que a mãe e o pai se sintam fracassados em relação aos cuidados bucais de seus filho. Enquanto os pais não devam culpar a si mesmos, eles precisam entender a conexão entre todos os hábitos orais, desde o tipo de lanches, quantidade de açúcar ingerida e escovação  para conseguir promover a saúde bucal de seus filhos.

Os parâmetros de comportamento que você ensinar desde cedo podem fazer uma enorme diferença para as crianças.

A Higiene Bucal Infantil como fator preventivo

A higiene bucal infantil é muitas vezes negligenciada por alguns pais que de maneira inocente podem acreditar que pelo fato dos seus filhos ainda possuírem dentes de leite, não há uma necessidade tão importante de cuidar da saúde desses dentes. Porém se uma criança pequena porventura desenvolver cáries nos dentes de leite pode primeiramente passar por problemas como dores de dente que refletem diretamente na perda de apetite da criança que devido a dor no interior de sua boca tende a evitar uma alimentação regular. Outra razão importante é que a perda precoce de um dente de leite pode gerar deformações no processo de desenvolvimento dentário tendo como principal consequência a dificuldade de espaço para o surgimento dos dentes permanentes em sua arcada dentária.

 

Bebês (0-1)

 

Nesta idade jovem são os hábitos que você deve desenvolver no bebê. Limpe a boca de seu bebê com um pano macio diversas vezes ao dia após a alimentação. Uma vez que os primeiros dentes entram em erupção, limpá-los duas vezes por dia com uma escova de dedo é o mais indicado. Não há nenhuma necessidade de creme dental, basta esfregar suavemente as cerdas ao redor de todos os dentes.

Encorajamos os pais a realizar a primeira visita odontológica de um bebê dentro do período de seis meses após primeiro dente aparecer ou próximo à data do primeiro aniversário. E nunca, nunca envie o seu bebê para a cama com uma chupeta mergulhada no mel ou com uma mamadeira de leite, seja o leite materno, o leite de vaca e fórmula contêm açúcares que permanecerá na boca da criança. Uma mamadeira com água não tem problemas.

Crianças (1-2)

Todos os dentes de leite vêm em durante esta fase por isso é importante os pais escová-los três vezes por dia usando uma escova de dente de cerdas macias apropriada à idade. Pincele em pequenos círculos sobre os topos dos dentes, nas ranhuras molares e ao longo da linha da gengiva, incluindo onde a língua repousa. Use uma quantidade do tamanho de um grão de arroz de creme dental sem flúor para crianças.

Se o seu filho resistir à escovação, persevere. Você pode tentar ouvir música ou assistir TV durante o tempo de escovação. Faça um jogo com ele, deixando seu filho escovar os dentes, se ele permitir que você escove também. Estimule seu filho a participar ativamente deste momento e se isso falhar, você deverá utilizar sua autoridade para completar a tarefa. Faça a escovação com amor e seu filho entenderá que é importante. Se você não o acostumou com a higiene bucal desde bebê este é o momento de ter paciência para conseguir desenvolver este importante hábito na vida de seu filho. Isso não vai causar um trauma na vida dele, mas você precisa insistir dia após dia para que a saúde bucal de seu filho seja preservada. É uma atividade comparável a trocar fraldas. Você não iria colocar o seu bebê para a cama com uma fralda suja; não fazer a escovação é colocar o seu filho para a cama com dentes sujos.

Pré-escolar (3-5)

Nesta idade as crianças podem começar a escovar os dentes por conta própria, mas eles ainda precisam de ajuda. Use “a verificação de erros de açúcar” como uma desculpa para ajudar e ensinar como escovar cuidadosamente na parte da manhã e antes de dormir. Se você ainda não começou, comece a usar creme dental com flúor até a quantidade do tamanho de uma ervilha desde que o seu filho possa cuspir bem. Lembre-se de verificar regularmente os dentes ao longo da linha da gengiva para branco, linhas ou áreas descoloridas ou opacas que podem indicar a deterioração de dente.

Quando todos os dentes de seu filho estiverem se tocando, introduza o fio dental. Os pais terão de fazer o uso do fio dental para ensinar e também garantir a limpeza dentária entre os dentes.

Finalmente, seja consciente das merendas que suas crianças levam para escola ou sobre os lanches que fazem durante o dia: evite guloseimas açucaradas e cascas de frutas pegajosas e sempre dê muita água para seu filho entre as refeições.

Idade escolar (6 +)

Dentes permanentes, incluindo os molares aos seis anos, começam a vir nessa idade e as crianças podem esperar visitas da Fada dos Dentes. Essa é uma fase que depende muito do relacionamento entre pais e filhos e é uma questão a ser resolvida pelos pais. Utilizar o conto da Fada dos Dentes para explicar a queda dos dentes de leite pode ser uma opção, mas isso deve ser resolvido em família. O importante é que os pais entendam que a criança está passando por um processo de amadurecimento e escolham a melhor forma de comunicar isso a ela. Este momento de troca de dentes é muito importante na vida das crianças e o apoio dos pais é necessário para que a criança não se sinta desamparada durante este período. É fundamental ter cuidados com algumas brincadeiras pois algumas crianças podem ficar um pouco sensíveis pelo fato de não terem algum dente da frente devido a perda do dente de leite. A maioria das crianças encara este período com naturalidade, principalmente quando tem o apoio dos pais. Os pais ainda precisam ajudar as crianças com a escovação e o fio dental duas vezes ao dia até que eles tenham cerca de sete ou oito anos e possam gerenciar a tarefa por si só.

Pré-adolescentes geralmente consomem mais doces e podem não ser tão motivados para escovar. Para mantê-los no caminho certo, um caminho pode ser apelando para a sua vaidade. Explique que as pessoas não gostam de olhar para os dentes sujos ou gengivas vermelhas e que ninguém gosta de mau hálito. Uma escova de dente elétrica ou um cronômetro também podem ajudar a prolongar a quantidade de tempo que as crianças passam durante a escovação – a meta é de dois minutos, mas a maioria faz por menos de 40 segundos.

Compartilhe:

Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© 2018 RMA Odontologia. Todos os direitos reservados.
Site desenvolvido por Comersite