Para Crianças:

Muitas primeiras visitas não são nada mais do que quebra-gelos introdutórios para familiarizar a criança com o dentista e a prática odontológica. Se o seu filho tem medo, se sente desconfortável ou não é cooperativo, um reagendamento para inciar o tratamento pode ser necessário. Paciência e calma por parte dos pais e a comunicação que gere conforto para o seu filho são muito importantes nestes casos. Visitas curtas sucessivas são destinadas a construir a confiança e o relacionamento da criança na dentista e no consultório odontológico, e pode provar-se inestimável se a criança precisar ser tratada no futuro para qualquer outro problema dentário.

As crianças, como os adultos, devem visitar o dentista a cada seis meses. Alguns dentistas podem agendar visitas para cada três meses, quando a criança é muito jovem para construir um nível de conforto e confiança ou para tratar um problema de desenvolvimento.
Muitos pais e cuidadores não sabem quando devem levar a criança para se consultar no dentista pela primeira vez.

É impressionante como a criatividade pode ajudar as crianças a aprender OS IMPORTANTES Passos na Construção de um Sorriso Saudável:

Deixando seu filho brincar com uma ESCOVA DE DENTES por algum tempo pode fazer parecer como um jogo ou uma brincadeira para ela, tornando a atividade divertida. Ela então estará mais disposta a deixá-lo fazer sua higiene bucal corretamente. Destine esse tempo a passar um minuto inteiro cronometrado a limpar as superfícies de seus dentes e gengivas.

Dê um bom exemplo em casa

As crianças imitam os seus modelos … VOCÊ! Pratique bons hábitos dentários em casa: escove pelo menos duas vezes por dia e use fio dental em seus dentes.Cuidado com lanches freqüentes e visite o seu dentista com regulararidade. Converse com seus filhos sobre como você vai ver o seu dentista muitas vezes e relate animado sobre a visita ao seu dentista.

Faça a primeira visita uma aventura
Se você está animado sobre a visita odontológica do seu filho, ele vai ficar animado também! Venha para o nosso consultório cedo no dia da consulta do seu filho e torne este momento especial na vida de sua família.

Não Explique em Excesso
As crianças muitas vezes perguntam o que vai acontecer na consulta odontológica. Não tenha o propósito de enganar o seu filho, mas, ao mesmo tempo, não dê ao seu filho mais informação do que ele é capaz de entender. Por favor, evite usar palavras como ‘ferido’, ‘broca’, ‘raios X’, ou ‘furar’. Você vai descobrir que nós usamos palavras amigáveis ​​única criança para descrever os vários instrumentos e procedimentos que seu filho irá experimentar em nosso consultório. Evite comentários que podem parecer ser reconfortantes como ‘Não se preocupe, o dentista não vai machucar você’. Tais comentários realmente podem fazer o seu filho ficar mais ansioso e não menos. Afinal, o seu filho sabe que quando as experiências antecipadas são realmente divertidas, você nunca iria algo como isso.

Esteja preparado para permitir que seu filho vá para a área de tratamento Sozinho
Temos deliberadamente que reservar tempo suficiente para o seu filho a experimentar uma agradável consulta odontológica introdutória e bem planejada. Entendemos que você pode querer acompanhar o seu filho e compartilhar sua primeira experiência no dentista. Na maioria dos casos, nós convidamos você a vir e permanecer com seu filho na sala de atendimento, porém existem situações que para melhorar o desenvolvimento e amadurecimento da criança será importante que ela permaneça sozinha no consultório. No momento da consulta nós também vamos discutir com você o que nós encontramos na boca de seu filho.

Às vezes, pode ser difícil de ganhar a atenção de uma criança quando ela se distrai com os pais e irmãos. Nós tentamos manter nosso foco em todos os momentos no seu filho, e presença dos pais pode, ocasionalmente, minar a comunicação e relacionamento que estamos tentando estabelecer com o seu filho.
Se o seu filho mostra ansiedade sobre a vinda para a área de tratamento sem você, no entanto, você pode certamente acompanhá-lo. Algumas crianças, particularmente os mais novos, ficam muitas vezes mais confortáveis com o pai ou a mãe por perto. Podemos, no entanto, pedir-lhe para ser um “parceiro silencioso” e permanecer calmo, a fim de dar a nossa equipe uma oportunidade para estabelecer comunicação e confiança diretamente com seu filho.

Lidar com o comportamento das crianças
A primeira visita ao dentista pode ser uma nova e desafiadora experiência para uma criança. As crianças frequentemente temem o desconhecido e, às vezes exibem comportamento para evitar o atendimento com atitudes como se contorcer ou chorar. Os pais não devem se surpreender ou ficar envergonhados se a criança inicialmente não cooperar no consultório odontológico. Se for permitido a oportunidade, as crianças geralmente têm um grande orgulho em superar seus medos, e a maioria de nossos pacientes que poderiam ter chorado inicialmente saíram com um grande sorriso em seus rostos.

© 2018 RMA Odontologia. Todos os direitos reservados.
Site desenvolvido por Comersite