Higiene Bucal – Tudo que você precisa saber

Postado em 2 de Maio de 2015 por Ronald Fagundes Figueira Pinho

Higiene Bucal: Escovar os dentes evita tártaro
Compartilhe:

A higiene bucal é uma necessidade do ser humano. Todas as pessoas precisam realizar a higiene da boca. Neste artigo você irá aprender a importância que a higiene bucal tem para sua vida e como você irá conseguir fazer uma higiene bucal adequada. Entenda melhor sobre como escolher sua escova de dentes, pasta de dente, fio dental e enxaguantes bucais. Você irá descobrir quando e como usar cada um deles para que sua saúde oral possa ser sempre muito bem cuidada. Para começar vamos entender o que compreende a higiene bucal.

A higiene oral é um conjunto de procedimentos que você precisa fazer para deixar a sua boca limpa. Esses procedimentos são realizados através de alguns acessórios de uso pessoal. A escova de dentes é o acessório mais conhecido e mais utilizado pela maioria das pessoas. É fácil de ser encontrada em farmácias ou supermercados e tem uma grande variedade de modelos e marcas. Outro item que também é extremamente utilizado é a pasta de dente que via de regra é usada em conjunto com a escova de dente e tem como função principal colaborar com a limpeza das sujidades encontradas nos dentes e ao mesmo tempo promover um hálito mais fresco para o usuário. Já o fio dental é conhecido por muitas pessoas porém é utilizado numa escala bem menor devido principalmente a dificuldade de utilização que algumas pessoas sentem. Os enxaguantes bucais são bem difundidos entre a população porém devido ao custo não são todas as pessoas que aderem ao seu uso diário.

Através da utilização destes itens corretamente é possível que você consiga manter a sua saúde oral em bom estado e evite o aparecimento de muitas doenças bucais.

Benefícios de uma boa higiene bucal

Beneficios da higiene bucal

Uma boa higiene oral pode trazer muitos benefícios, como por exemplo, um hálito fresco e agradável, tornar os dentes e gengivas mais fortes e saudáveis, reduzir a possibilidade de precisar fazer muitos tratamentos odontológicos curativos, gerar mais confiança para se alimentar com segurança.

Produtos para fazer a Higiene Bucal

Produtos para fazer higiene bucal

Tipos de Escova de Dente

  • Escova Infantil
  • Escova Dura
  • Escova Média
  • Escova Macia
  • Escova Extra-macia
  • Escova de cabeça pequena
  • Escova Elétrica

Tipos de Pasta de Dente

  • Para Sensibilidade
  • Convencionais
  • Infantis
  • Clareadoras

Tipos de Fio Dental

  •  Fio Dental
  • Fita Dental

Tipos de Enxaguantes Bucais

  • Com Flúor
  • Com Clorexidina
  • Clareadores

Como escovar os dentes

Higiene Bucal: Como escovar os dentes

A escovação dentes deve ser auxiliada pelo uso da pasta de dente

O primeiro passo é utilizar o fio ou fita dental de acordo com a sua melhor adaptação ao produto. A passagem do fio dental deve ser feita previamente à escovação para retirar o alimento que está retido entre os dentes e para retirar a placa bacteriana que fica também entre os dentes e que muitas vezes você não consegue ver. Com o uso do fio dental é possível eliminar grande parte das sujidades presentes na boca e torna o ato da escovação mais efetivo. Sempre que usar o fio dental deve-se entrar com ele no ponto de contato entre os dentes, porém após utilizá-lo em determinada região não se deve remover o fio pelo mesmo local que este entrou. A possibilidade de reter alimento entre os dentes é grande e irá reduzir a eficácia do uso do fio dental. A forma correta de remover o fio dental é direcionando-o para frente pois assim ele conseguirá sair com mais facilidade e trazer uma quantidade maior de alimento que estava retido entre os dentes. Após o uso do fio dental é recomendado que se inicie a escovação.

Higiene Bucal: Use Fio Dental

Usar o Fio Dental é o primeiro passo para uma boa higiene bucal

Para realizar uma boa escovação dos dentes deve-se começar entendo a importância de escolher uma boa escova de dentes. Preferencialmente ela deve ser macia ou extra-macia para que não danifique seus dentes ou machuque sua gengiva. Com relação a marca e o preço pode ficar a seu critério. Mas o tipo de escova macia é mais recomendada para realizar uma boa higiene. Escovas duras são indicadas para a escovação de próteses e dentaduras. O segundo passo fica por conta de como inserir a pasta de dente na escova que é ensinada frequentemente de maneira errada nos comerciais de televisão. A pasta de dente deve ocupar apenas a região central das cerdas da escova, enquanto nas propagandas é ensinada a ocupar toda a superfície das cerdas. Isso não é necessário e gera desperdício. Uma pequena quantidade de pasta é suficiente para realizar uma boa escovação.

Então a melhor maneira de inserir a pasta de dente na escova é de forma transversal, sendo assim apenas a região central das cerdas da escova terá pasta dente suficiente para uma correta higiene bucal.  Outro detalhe importante é que deve-se lavar a escova antes de colocar a pasta de dente e não deve-se molhar a pasta de dente sobre a escova antes de realizar a escovação.

Higiene Bucal: Maneira incorreta de usar a pasta de dentes

Maneira incorreta de utilizar a pasta de dentes

Durante o ato da escovação é recomendável que se faça de frente para um espelho para poder visualizar todas as partes da cavidade bucal que estão sendo limpas. É muito importante lembrar que a língua deve ser higienizada durante esse processo e a forma adequada de manusear a escova de dentes é através de movimentos circulares e de varredura sempre iniciando da gengiva em direção ao dente.  Depois deve-se cuspir todo o conteúdo com o auxílio de água para fazer o bochecho e ficar com a boca limpa.

Higiene Bucal: Escovar os dentes em frente ao espelho

Escovar os dentes de frente para o espelho

O uso de enxaguantes bucais na maioria dos casos é opcional, pois com o correto uso do fio dental e da escova de dentes a higiene bucal será efetiva. O uso de enxaguantes a a base de flúor tem indicação para uso diário e contínuo. Não traz prejuízos a saúde bucal e também não consegue trazer benefícios excepcionais para a saúde dental e gengival. Os enxaguantes a base de flúor devem ser vistos como complementos a higiene bucal. Já os enxaguantes compostos por clorexidina tem indicação terapêutica para situações como tratamentos periodontais e recuperação pós-operatória de cirurgias periodontais e cirurgia oral. Este tipo de enxaguante não deve ser utilizado a longo prazo pois possui efeitos colaterais desagradáveis se forem utilizados por um período acima de 14 dias como o aparecimento manchas nos dentes ou amarelamentos dos dentes e uma percepção de diferença no paladar alterando o sabor dos alimentos e bebidas que forem consumidas.

Higiene Bucal: Uso de Bochecos

O uso de bochecho é um complemento da higiene bucal

Se você seguir as instruções de de higiene bucal e for ao dentista regularmente  atuando de forma preventiva, a sua saúde bucal estará sempre em dia e com isso irá evitar problemas como o mau hálito que é um incômodo desagradável pois pode gerar problemas no ambiente social e no relacionamento com parentes e amigos. É muito importante manter a boca sempre limpa para que doenças bucais não se instalem e seus dentes tenham sempre uma boa aparência.

Técnica de Higiene Bucal

Como Escovar os dentes

A técnica utilizada durante a higiene bucal é fundamental para a obtenção de um bom resultado. Após a utilização do fio dental é a hora de utilizar a escova de dentes. Você deve segurar a escova de dente e escovar os dentes sem fazer força excessiva para evitar danos na gengiva.

Como Escovar os Dentes Corretamente

Ao utilizar a escova faça movimentos circulares e também de varredura, sempre iniciando o movimento na gengiva e direcionando para a borda do dente. Se você possui dentes apinhados (que popularmente também são chamados de “encavalados” ou “trepados”) tenha um cuidado maior ainda nestas regiões. Elas tem um potencial muito maior para acumular a placa bacteriana e facilitar o desenvolvimento de tártaros. Ao escovar tenha paciência e confira se conseguiu limpar efetivamente essas regiões. A atenção neste momento poderá te trazer um grande resultado evitando muitas vezes a presença de mau-hálito e uma aparência nada agradável dos dentes que sofrem com o acúmulo de placa.

Escovando os dentes

Você pode começar a escovação pela região que desejar. É muito comum observarmos que pessoas destras, ou seja, que utilizam preferencialmente e com mais habilidade a mão direita costumam iniciar a escovação a partir dos dentes superiores posteriores do lado esquerdo. E é muito comum observar um acúmulo maior de tártaros e placa bacteriana do lado direito superior. Para evitar situações como esta deve-se ter consciência de que todas as regiões da boca são importantes. A escovação deve ser feita da mesma forma em ambos os lados.

Outra dica importante é a escovação da parte de trás dos dentes, que nós dentistas chamamos de face palatina pois esta região do dente está mais próxima ao palato que é conhecido como o “céu da boca”. Escovar a face palatina com certeza irá te livrar de muitas possibilidades de problemas periodontais e o desenvolvimento de cáries nos dentes. O cuidado com a higiene precisa ser completo para que você tenha eficácia durante este procedimento em sua rotina.

Escovar os dentes

Ao fazer a escovação dos dentes, você precisa tomar muito cuidado com a face oclusal de seus dentes posteriores. Esta face dos dentes posteriores possui características peculiares devido a sua anatomia detalhada com fossas, sulcos e cúspides. Esses dentes de anatomia irregular são propensos ao acúmulo de placa e o aparecimento de cáries. Somente com uma escovação criteriosa você irá conseguir manter seus dentes livres de doenças, incômodos e dores. As cerdas da escova devem limpar todas as faces dos dentes, porém a face oclusal exige um cuidado especial por conta de sua irregularidade. As demais faces dos dentes geralmente são lisas ou tem pequenos acidentes anatômicos que não costumam dificultar a higiene dessas regiões. O flúor presente na pasta de dente será responsável pela remineralização do esmalte dentário atuando na prevenção do aparecimento de doenças bucais.

Hábitos de Higiene: escovar os dentes

A inclinação da escova para higienizar dentes inferiores é fundamental para que se consiga prevenir a doença periodontal. A arcada inferior pode apresentar algumas vezes um desafio para uma correta higienização. Algumas pessoas possuem pouco espaço na boca e isso dificulta muito a escovação. A solução para isso é utilizar escovas de dente de cabeça pequena. Este tipo de escova consegue resolver a maioria das situações quando se tem alguma limitação de movimento por falta de espaço devido a musculatura da bochecha ou ao próprio tecido da mucosa alveolar.

Escovar para evitar tártaro nos dentes

A face lingual dos incisivos inferiores  sem dúvida é a região da boca com a maior facilidade de acúmulo de cálculo. O uso do fio dental é o fator mais importante para evitar que isso aconteça. Mas além disso a escovação precisa ser feita com muito cuidado. Muitas pessoas negligenciam a higiene da parte de trás dos dentes inferiores de uma forma geral, desde os incisivos até os molares que são os dentes posteriores. Os maiores incômodos causados por essa desatenção estão relacionados com o aparecimento da gengivite. A inflamação na gengiva causa sangramento, dor e desconforto.

Higiene Bucal: Você precisa fazer

 

Escova de Dentes: Você deve usar diariamente

Sinais de uma boca saudável

– Gengiva firme e bem aderida aos dentes

– Hálito agradável

– Dentes limpos e sem cavidades

Sinais de uma boca que precisa de tratamento dentário

– Gengiva inflamada, flácida e com presença de sangramento

– Mau hálito ou sensação de odor provenientes de algum dente ou da gengiva

– Dentes quebrados ou com cavidades

– Dentes sujos ou com a presença de tártaros

– Falta de hábitos corretos de higiene bucal

– Presença de cáries, gengivite ou periodontite

– Presença de placa bacteriana na superfície dental

 

O que fazer para melhorar a saúde e a higiene bucal

Melhore sua Higiene Bucal

– Usar fio dental de forma correta

– Escovar os dentes de maneira efetiva

– Usar soluções de bochecho para complementar a higiene bucal e melhorar o hálito

– Visitar o dentista regularmente de acordo com o intervalo de tempo estabelecido pelo profissional

– Reduzir a ingestão de açúcar na sua dieta

– Escovar os dentes após cada refeição

– Realizar escovação muito criteriosa antes de dormir

 

Se você tem algum dos sintomas relacionados acima como sangramento gengival ou inflamação gengival, para que consiga restabelecer a sua saúde bucal é muito importante que você procure atendimento profissional para isso. A especialidade odontológica que cuida da higiene bucal e das doenças gengivais assim como da remoção dos tártaros é a Periodontia. Procurar um especialista em periodontia é a forma mais eficaz de conseguir tratamento adequado para sua saúde bucal e sua saúde gengival ficarem em ótimo estado. Se quiser saber mais sobre a especialidade de periodontia clique aqui.

 

Eu adoraria saber a sua opinião sobre o artigo através de um comentário logo abaixo.

E caso ele tenha sido útil para você, aproveite para compartilhá-lo, assim um amigo ou amiga que precise dessas dicas possa colocar em prática uma higiene bucal correta.

Forte Abraço e até o próximo artigo!

 

Compartilhe:

22 Comentários em “Higiene Bucal – Tudo que você precisa saber

  1. LUCICLEIA FERREIRA disse:

    GOstei muito do artigo, mto útil, especialmente porque é minucioso explicando cada item, cada procedimento para ter uma boca saudável. Parabéns.

    1. Ronald Pinho disse:

      Olá Lucicleia!
      Fico muito feliz que tenha gostado do artigo, muito obrigado por seu comentário.
      Me sinto honrado por ter contribuído com este conhecimento para você.

      Continue acompanhando o conteúdo do blog para saber mais novidades sobre cuidados com a saúde bucal.

      Um abraço,

  2. angela maria silveira. disse:

    muito bom,mesmo,considero uma previa consulta.

    1. Ronald Pinho disse:

      Olá Angela, muito obrigado pelo comentário!

      É muito importante para mim saber que gostou do artigo!

      Não deixe de acompanhar os novos conteúdos do blog para receber sempre novidades e dicas úteis sobre saúde bucal.

      Um abraço,

  3. Solange disse:

    Me auxiliou muito, formas corretas de escovação e principalmente com a matéria de ortodontia, pois minha filha estará usando aparelho dentário e eu quis saber melhor sobre o assunto. Parabéns pela matéria.

    1. Ronald Pinho disse:

      Oi Solange, tudo bom?

      Muito obrigado pelo comentário. Fico feliz em contribuir com a educação sobre higiene oral para você e sua família. Continue acompanhando nosso blog para receber mais dicas sobre saúde bucal.

      Um abraço

  4. karine disse:

    Doutor, tenhos pedacos de restolhos de dentes que tirei. Sao pequenos mais estao na raiz. Doi mto para remove-los?

    1. Ronald Pinho disse:

      Olá Karine! Extrações dentárias são feitas sob anestesia local. Procure um profissional experiente para que o procedimento possa ser realizado da melhor maneira possível.

  5. Marcia disse:

    Adorei as explicaçoes,minha filha precisa de aparelho, ai pesquisei e tirei minhas duvidas. Obrigado Dr Ronald Pinho

    1. Ronald Pinho disse:

      Oi Marcia! Que bom que as explicações tiraram suas dúvidas.

  6. Vanice Oliveira disse:

    O artigo foi bem elaborado, conseguiu suprir minhas dúvidas.
    Parabéns!

    1. Ronald Pinho disse:

      Obrigado pelas palavras Vanice. Isso nos incentiva a fazer cada vez mais conteúdos bem elaborados para nossos leitores e pacientes.

  7. Elder Moura disse:

    Excelente conteúdo , muito bem explicado e simples entendimento. Parabéns. Realmente uma prévia consulta.

    1. Ronald Pinho disse:

      Olá Elder! Que bom que gostou do artigo. Consulte-o sempre que tiver dúvidas e compartilhe com seus amigos que também possuírem dúvidas sobre higiene bucal.

  8. Luanna disse:

    Gostei muito , foii útil seu artigo . Isso ajudou muito como cuidar da saúde bucal de uma forma correta obrigada !! Abraço.

    1. Ronald Pinho disse:

      Olá Luanna! É muito bom saber que pude contribuir com informações úteis para os seus cuidados em saúde bucal!

      Compartilhe esse artigo com seus amigos e ajude-os a melhorar sua saúde bucal também.

  9. Milenar bastista disse:

    Adorei o artigo !!!
    Bastante explicativo e nos motiva ainda mais a ir ao dentista , como também cuidar da nossa saúde bucal. Com essas explicações nos ajuda a evitar problema futuros.
    Parabéns!

    1. Ronald Pinho disse:

      Olá Milena! Fico muito feliz em saber que gostou do artigo.

      Compartilhe com seus amigos em suas redes sociais.

      Um abraço

  10. Sany Soares disse:

    Excelente profissional, bem detalhada a explicação. Parabéns!

    1. Ronald Pinho disse:

      Olá! Muito obrigado pelo comentário. Fico feliz que tenha gostado do artigo. Um abraço!

  11. Vivi disse:

    Nossa realmente muito bom, parece uma prévia consulta, e motivacional. Estou sofrendo muito com gengivite, muita dor mesmo. E explicar detalhe por detalhe ajuda muito, também nunca soube que enxaguatórios tinham de clorexidina e de flúor, na realidade nem tenho o costume de usar, mas acho que agora será necessário. A pior parte é saber que eu tinha ótimos dentes e agora de 2 anos para cá estou perdendo eles para as caries e para a periodontite. Não consegui suportar nem a limpeza dentaria que fazia todo ano, e agora preciso fazer uma limpeza profilática e não sei como suportar a dor, estou em busca de outro dentista em Curitiba, o atual não parece bom, meu caso é grave estou com muito medo e sofro de pânico. Mas não tenho odontofobia, é só medo de dor mesmo, parece que terei que procurar por algum dentista que faça sedação devido ao pânico de sair de casa a enorme dificuldade de sair. 🙁 obrigada pelo texto. Será que terá solução para meu caso?

    1. Ronald Pinho disse:

      Olá Vivian! Fico muito feliz que tenha gostado do artigo. Obrigado pelas belas palavras que colaboram para que eu tenha mais motivação de escrever textos como este para ajudar pessoas a melhorarem sua sua saúde bucal.

      Sobre o seu caso, compreendo que o pânico ou medo de dentista sejam fatores complicadores para a realização de um bom tratamento e a sedação pode ser um recurso interessante. Todavia devido a sua atual insatisfação com o profissional que está tratando do seu caso no momento também pode contribuir para sua pouca motivação de ir ao dentista.

      Recomendo que procure um profissional que seja talvez mais experiente e que te passe a confiança necessária para que você não dependa exclusivamente de recursos relacionados à sedação ou ansiolíticos. O mais interessante para você seria adquirir confiança em um profissional qualificado para te atender bem e restabelecer sua saúde bucal da melhor maneira possível.

Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© 2018 RMA Odontologia. Todos os direitos reservados.
Site desenvolvido por Comersite