Dente Fraturado: O que fazer?

Postado em 8 de julho de 2015 por Ronald Fagundes Figueira Pinho

Dente fraturado
Compartilhe:
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

A situação de fraturar um dente geralmente está associada com eventos traumáticos. Acidentes automobilísticos, esportivos, violência urbana e até mesmo em algumas situações cotidianas como cair ao andar numa calçada irregular ou escorregar enquanto se faz a limpeza do piso de sua própria casa. Todas essas situações são possíveis de se ocorrer e é preciso ter muito cuidado para evitar acidentes como estes que podem trazer consequências desagradáveis. Quando se tem um dente fraturado a primeira medida que se deve tomar é a de procurar um profissional habilitado para avaliar a extensão da fratura e as possíveis consequências que ela pode gerar. Não é recomendado permanecer com o dente fraturado pois é possível que consequências nada boas venham a ocorrer no caso de não haver uma intervenção rápida.

Quais são as possibilidades de tratamento para um dente fraturado?

Dente com fratura logitudinal

Existem diferentes abordagens de tratamento para dentes fraturados. É muito importante fazer um relato exato sobre as condições que levaram seu dente a fraturar. Esta informação será muito valiosa para contribuir com o diagnóstico do seu caso. Existem níveis de fratura dental e para cada tipo de fratura que for observada, uma diferente forma de tratamento será aplicada. Em fraturas menores a depender da maneira de como tenha ocorrido é possível que uma restauração dentária seja o suficiente para a resolução do problema. Infelizmente, nem sempre os problemas relacionados a algum dente fraturado podem ser resolvidos de maneira simples ou numa única consulta odontológica. Isto que motiva a preocupação e a urgência de se diagnosticar o problema o quanto antes para evitar que a situação piore nos dias subsequentes ao dia dia do acidente.

Os principais casos relacionados à emergência odontológica estão associados aos dentes fraturados ou quebrados pois geralmente esses eventos são acompanhados de dores de dente que é um outro grande fator gerador de emergências. A primeira abordagem que faz quando existem quadros clínicos relacionados a presença de dor é tratar aliviar esta sensação e para isso, muitas vezes quando tratamos de dentes fraturados o procedimento inicial pode ser o acesso ao canal ou aos canais radiculares do dente que sofreu a fratura. Quando existe a necessidade de se realizar o tratamento de canal, a complexidade da solução é aumentada e geralmente este fato faz com que aumente o número de consultas necessárias para a reabilitação deste dente com algum procedimento restaurador indireto que geralmente é finalizado através da instalação de alguma prótese fixa.

O pior prognóstico que podemos pensar para um dente fraturado é quando esta fratura está num sentido longitudinal, ou seja, quando a fratura do dente estende-se até a raiz e dependo dessa extensão é possível que este dente fique impossibilitado de receber algum tratamento restaurador. A falta de viabilidade para o tratamento de um elemento dentário indica atualmente a sua substituição por um implante dentário. Tempos atrás quando um dente quebrava a única opção existe era a sua remoção. Hoje a remoção ainda é indicada, mas isso não significa mais que você necessariamente ficará sem um dente. Os tratamentos com implantes dentários tem demonstrado muita eficácia para substituir dentes perdidos por fratura e em curto ou médio prazo dependendo da situação você poderá ter um novo dente no lugar do seu dente perdido devido a fratura.

Gostou do artigo? Agora você já sabe o que fazer se tiver uma fratura dental. Procure rapidamente por um tratamento e não perca tempo para que sua situação não se agrave.

Se tiver dúvidas deixe um comentário logo abaixo por favor.

Um abraço,

Até o próximo artigo

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.
Compartilhe:

Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© 2017 RMA Odontologia. Todos os direitos reservados.
Site desenvolvido por Comersite